Douro: Uma visita a Pinhão e a Quinta do Seixo (Sandeman)

Douro: Uma visita a Pinhão e a Quinta do Seixo (Sandeman)

A pequena cidade de Pinhão estava a 30 minutos de distância de meu hotel em Armamar, sendo assim foi uma viagem rápida, mas a beleza das paisagens que vemos da estrada chama a atenção. É curioso, pois a vista não muda muito: temos sempre o rio, dançando entre as colinas cobertas de terraços para o plantio da uva. Mesmo assim, a cada curva, a cada quilômetro, vemos cenas mais bonitas que as anteriores.
No caminho para Pinhão passamos pela Quinta do Seixo, a produtora do vinho do Porto Sandeman. Resolvi parar e começar o passeio por ali, entrei na Quinta e percorri uma estrada estreita que “zig-zagueia” colina acima, seguindo os cortes dos terraços. Foi uma experiência muito legal, pois podemos ver de perto como estes terraços foram cortados no morro e também temos uma excelente vista do Rio Douro no fundo do vale.

A Quinta do Seixo, na estrada a caminho de Pinhão

A Quinta do Seixo, na estrada a caminho de Pinhão

Detalhes dos terraços para plantio da uva

Detalhes dos terraços para plantio da uva

Recepção da Quinta do Seixo

Recepção da Quinta do Seixo

Chegando lá me dirigi a recepção e comprei meu ingresso para a visita. Eles possuem 5 tipos de visitas, sendo que escolhi fazer a visita clássica. Como a próxima visita seria em 2 horas, resolvi ir visitar Pinhão neste meio tempo.

Retornei a estrada e em pouco mais de 10 minutos já estava estacionando o carro em frente a charmosa estação de trem da cidade. Pinhão é uma pequena vila, que se situa a margem direita do Rio Douro e é considerada o coração do Alto Douro Vinhateiro, e lá existem muitas das quintas que produzem o vinho do porto e esta em uma área considerada patrimônio cultural da humanidade pela Unesco.

Uma das principais atrações da cidade a Estação de trem, esta entra as mais bonitas de Portugal, foi construída no século 19, é coberta por 25 painéis de azulejo que representam cenas que mostram a história da cultura da uva e produção de vinho na região. Estes painéis de azulejos azuis foram instalados em 1937 e são de autoria de J. Oliveira. Até a segunda metade do distante século 20, esta estação, assim como a “Linha do Douro”, desempenhou um importante papel, transportando pessoas e materiais relacionados com a produção do vinho.

Estação de Trem de Pinhão: azulejos de 1937 contam a história da produção de vinho na região

Estação de Trem de Pinhão: azulejos de 1937 contam a história da produção de vinho na região

Pinhão, Portugal, Douro, Estação de Trem, Azulejos

Lembranças do Passado: costumes do Douro e os Barcos Rabelos

Fachada interna da Estação de Pinhão

Fachada interna da Estação de Pinhão

Após visitar a estação de trem, segui em direção ao porto da cidade. Ali temos bares e restaurantes e também é possível pegar um barco para um passeio de 2 horas pelo rio. Infelizmente não consegui fazer este passeio, mas esta marcado em minha agenda para uma próxima viagem. O porto também serve de ancoradouro para barcos que fazem cruzeiros de 1 semana pelo Rio Douro.

Um dos barcos que fazem cruzeiros de uma semana pelo Rio Douro, faz uma pausa ancorado no porto de Pinhão

Um dos barcos que fazem cruzeiros de uma semana pelo Rio Douro, faz uma pausa ancorado no porto de Pinhão

Como ainda tinha tempo, e fome, decidi que era uma boa hora de almoçar e parei no “Restaurante  Grande Ponto”, bem em frente a estação. Recomendo que vocês comam o Bife com três pimentas de lá, é muito bom.
Após o almoço, retornei a Quinta do Seixo. A visita começa com um vídeo que mostra um pouco da história da Quinta e do vinho Sandeman. Depois disto percorremos suas instalações e podemos ver uma adega com diversos barris armazenados e a sala com os tanques nos quais as uvas são esmagadas, usando-se não mais os pés, mas sim, pás automatizadas (ou robôs, como eles chamam). Infelizmente não fiz a visita durante a época da vindima, assim os tanques estavam vazios, esperando as uvas, que são colhidas durante a vindima de Setembro a outubro.

Barris de carvalho para envelhecimento do vinho

Barris de carvalho para envelhecimento do vinho

Tanques para esmagamento das uvas. São utilizadas pás mecânicas para este processo, eliminando os famosos pés humanos.

Tanques para esmagamento das uvas. São utilizadas pás mecânicas para este processo, eliminando os famosos pés humanos.

Finalmente fomos para a área de degustação, em uma bela sala, elegantemente decorada e com uma linda vista do Rio Douro. A degustação envolveu dois vinhos do Porto Sandeman: o branco e o tinto, e como não podia deixar de ser, estavam deliciosos. Bebi os vinhos e depois sai para o terraço afim de aproveitar a vista e fotografar um pouco. Posso lhe dizer algo: adoro estar um lugar bonito e calmo, é muito tranquilizador, ainda mais depois de dois cálices de vinho do Porto.

Sala de degustação da Sandeman

Sala de degustação da Sandeman

Me animei tanto que bebi o vinho branco antes de fotografá-lo

Me animei tanto que bebi o vinho branco antes de fotografá-lo

Terraço e a bela fachada da Sandeman

Terraço e a bela fachada da Sandeman

Quinta do Seixo, Sandeman, Pinhão, Portugal, Douro

Vista do Rio Douro cercado pelos terraços para cultivo da uva

Bom, finalmente era a hora de visitar a loja e escolher algum vinho para comprar. Eu pessoalmente gosto muito do vinho do Porto tinto, e adoro o vinho do Porto Branco. Democraticamente comprei uma garrafa de cada, apesar de querer comprar mais, mas o medo de ter uma garrafa ou mais, quebrada na mala em minha viagem de volta ao Brasil acabou servindo de freio.

Loja da Sandeman na Quinta do Seixo

Loja da Sandeman na Quinta do Seixo

Quinta do Seixo – 

  • Visita Vau Vintage: uma visita a adega com prova de 5 vinhos do porto, em uma área reservada – 16€
  • Visita Clássica: uma visita a adega com prova de 2 vinhos do porto Sandeman – 6€
  • Visita à vinha: Visita guiada à Vinha Velha com prova especial, na clareira das laranjeiras, com vista para o rio. – 18€
  • Visita Douro: Uma visita e prova para descobrir os métodos de produção de Vinho Douro – 10€
  • Picnics na Vinha: Uma experiência ao ar livre, de contacto com a natureza e a fantástica paisagem do Douro. Um momento de descontração na vinha com o melhor da gastronomia regional e uma garrafa de bom vinho – 35€

Horários das Visitas:

Março a Outubro:
Todos os dias | 10h30 –12h30 / 14h00 –18h30
Última visita | da manhã: 12h45 | de tarde: 18h15

Novembro a Fevereiro:
Todos os dias | 10h30 –12h30 / 14h00 –17h30
Última visita | da manhã: 12h45 | de tarde: 17h15

Para facilitar sua vida, você pode fazer sua reserva on line: Sandeman – Reservas on line

Siga o Phototravel360 no Twitter – @phototravel360

Curta o Phototravel360 no Facebook – Phototravel360

Visite o Campos do Jordão 360 no Facebook – CamposdoJordão360

Assine o Phototravel360 por email – Phototravel360