Paris e suas lindas Igrejas

Paris e suas lindas Igrejas

Paris é uma cidade antiga e rica em história e um bom modo de se conhecer mais profundamente esta história é visitar suas igrejas. Visitando as igrejas francesas vemos a evolução dos estilos arquitetônicos ao longo do tempo. Do estilo gótico de Notre-Dame ao estilo romano-bizantino da Basílica de Sacré-Couer, passando pela arquitetura greco-romana de La Madeleine. Podemos ainda ver como os Reis promoviam a construção de igrejas como mostra de seu poder e como a Revolução Francesa as afetou.

Veja a seguir esta pequena lista que preparei:

 

Catedral Notre-Dame
(6 Parvis Notre-Dame - place Jean-Paul-II, Paris, France)
Sainte-Chapelle
(6 Boulevard du Palais, 75001 Paris, France)
Basílica Sacré-Couer
(35 Rue du Chevalier de la Barre, Montmartre, Paris, France)
St-Eustache
(2 Rue du Jour, 1er, Paris, France)
La Madeleine
(75001 Place de la Madeleine, Paris, France)
Dome
(75007 Place des Invalides, Paris, France)
Saint-Germain-des-Prés
(3 Place Saint-Germain des Prés, 75006 Paris, France)
Saint Merri
(76 Rue de la Verrerie, 75004 Paris, France)
St Pierre de Montmartre
(2 Rue du Mont Cenis, 75018 Paris, France)
Pantheon
(Place du Pantheon, 75005 Paris)

 

1) Notre-Dame:

Notre-Dame

Notre-Dame

Pôr do sol em Notre-Dame

Pôr do sol em Notre-Dame

Notre-Dame é a igreja mais conhecida de Paris e atrai pessoas do mundo todo para visitá-la. Sua arquitetura gótica e a obra “Corcunda de Notre-Dame” de Victor Hugo, certamente ajudaram muito nesta fama. Sua construção iniciada em 1163 é dedicada a Maria, mãe de Jesus. Ela esta situada no coração da Ile de la Cité, uma ilhota no meio do Rio Sena, uma das regiões mais charmosas da cidade. Se tiver disposição física, não deixe de visitar suas torres e ver os gárgulas de perto. Uma curiosidade: na fachada, sobre os 3 portões,  existe uma série de 28 estátuas, chamada de Galeria dos Reis, que representam os reis da Judeia. Durante a Revolução Francesa, os revolucionários, pensando que se tratava de uma homenagem aos Reis Franceses, cortou a cabeça de todas estas estátuas, que foram anos mais tarde encontradas no Museu do ClunyLEIA MAIS.

2) Sainte-Chapelle:

Saint-Chapelle

Sainte-Chapelle

Sainte-Chapelle é uma pequena capela a poucos metros de Notre-Dame. Foi construída no século 13 pelo Rei Luís IX, que viria a se tornar São Luís. Seguindo o estilo gótico, ela tem uma característica muito interessante: foi  construída com 2 andares: o andar térreo era utilizado por funcionários e moradores do Palácio que a cercava e o segundo andar era exclusivo da família real. Preste atenção nos vitrais e em suas molduras, totalmente esculpidas em pedra. LEIA MAIS.

3) Sacré-Couer:

Sacré-Couer

Sacré-Couer

Imagem de Cristo sobre o altar da Basílica de Sacré-Couer

Imagem de Cristo sobre o altar da Basílica de Sacré-Couer

A Basílica de Sacré-Couer fica no alto de Montmartre, a região mais alta de Paris e uma das regiões mais interessantes da cidade. Construída em mármore travertino branco e com uma arquitetura que mistura os estilos bizantino e romano, Sacré-Couer é uma das mais lindas igrejas do mundo. Nos arredores temos a Place du Tertre e o Espaço Dali, o que completam o programa para uma tarde agradável. LEIA MAIS.

4) St-Eustache:

Saint-Eustache e a estátua L’Ecoute

Saint-Eustache e a estátua L’Ecoute

A gigantesca igreja de St-Eustache, foi construída entre 1532 e 1632, e fica em Les Halles. Os pontos altos da visita são a estátua “L’Ecoute”, na parte externa e em seu interior austero, o órgão com mais de 8.000 tubos. Programe sua visita por volta das 16 horas. Neste horário o órgão costuma ser tocado e se der sorte, você poderá acompanhar um coral cantando música clássica. LEIA MAIS.

5) La Madeleine:

La Madeleine

La Madeleine

La Madeleine tem uma arquitetura neoclássica, inspirada em construções gregas e romanas e foge do padrão das igrejas católicas. 52 colunas cercam seu exterior e nos lembram um templo romano, já no interior, a estátua “Maria Madalena subindo ao céu” (1837) é o grande destaque. LEIA MAIS.

6) Dome:

urna com os restos mortais de Napoleão Bonaparte

urna com os restos mortais de Napoleão Bonaparte

O Dome foi construído no século XVII para uso exclusivo da família real e também para abrigar seus túmulos. Após a morte de Luiz XIV este plano foi deixado de lado, e em 1841 os restos mortais de Napoleão Bonaparte foram transferidos para o local. Posteriormente outros importantes lideres militares franceses tiveram seus restos mortais transferidos para lá, tornando o local um memorial militar. LEIA MAIS.

7) Panthéon:

Panthéon

Panthéon

O Panthéon foi construído inicialmente pelo Rei Luís XV para ser uma igreja, mas durante a Revolução Francesa foi transformado em um mausoléu para sepultar os grandes heróis franceses. Atualmente o Panthéon abriga os restos mortais de 67 franceses ilustres, entre eles entre eles: Victor Hugo, Jean Moulin, Emile Zola, Marie Curie, Alexandre Dumas, Voltaire, e outros. LEIA MAIS.

8) Saint German-des-Pres:

Saint German des Pres

Saint German des Pres

Apesar de ser pouco conhecida a Igreja Saint-German-des-Prés é a mais antiga de Paris e merece uma visita. Além disto St-German-des-Prés é um, dos bairros mais movimentos da cidade, com bares, restaurantes, galerias de arte, museus. Faça uma visita a ela e depois aproveite para tomar um café sentado em uma mesinha na calçada em um dos diversos cafés da região. LEIA MAIS.

9) Saint Merri:

Saint Merry

Saint Merry

A Igreja de Saint-Merri foi construída entre 1500 e 1550 (sim, é quase tão velha quanto o Brasil). O estilo dominante é o gótico e além de um órgão de 1781, possui o sino mais antigo de Paris, feito em 1331. No início da tarde corais  de música sacra costumam se apresentar na igreja.

10) St Pierre de Montmartre:

St Pierre de Montmartre

St Pierre de Montmartre

St. Pierre de Montmartre é uma pequena igreja que fica a poucos metros da Place du Tertre, a caminho de Sacré-Couer e acaba sendo esquecida pelos turistas, mas vale a pena uma rápida visita.

 

Siga o Phototravel360 no Twitter – @phototravel360

Visite o Phototravel360 no Facebook – Phototravel360

Siga-nos no Google Plus – Phototravel360

Visite o Campos do Jordão 360 no Facebook – CamposdoJordão360

Assine o Phototravel360 por email – Phototravel360

This Post Has One Comment
  • Edson, Muito legal seus comentários sobre as igrejas de Paris, a leitura dos mesmos enriquece nosso conhecimento e nos faz mergulhar na história!!! Adorei os textos e as fotos, que como sempre estão incríveis!! Parabéns!!

Comments are closed.