Ilha de Páscoa: o que você deve saber antes de viajar para lá

Ilha de Páscoa: o que você deve saber antes de viajar para lá

Conhecer a Ilha de Páscoa sempre foi o sonho de muita gente e com a fusão entre a LAN e TAM isto se tornou muito mais fácil, especialmente com as promoções de passagens e pacotes. Para ajudar seu planejamento, preparei esta rápida lista de dicas sobre a ilha:

1. A Ilha de Páscoa é o local habitado mais remoto do mundo e está a 3.700 km da América do Sul, bem no meio do Oceano Pacifico.

2. Os voos saem de Santiago e tem uma duração de 4,5 horas. Uma vez que a Ilha de Páscoa faz parte do Chile, os voos são considerados como locais. É importante saber que o Chile não permite a entrada de alimentos in natura e derivados de leite e a fiscalização ao desembarcar no aeroporto de Santiago é severa, e caso você não os declare estará sujeito a multas. Para brasileiros não é necessário qualquer tipo de visto.

3. Existe na ilha apenas uma vila, Honga Roa, ao lado do Aeroporto Mataveri, e é nela que ficam praticamente todas as pousadas e restaurantes

4. A moeda local é o Peso Chileno e cartões de crédito são normalmente aceitos na ilha (principalmente Visa e Mastercard). Para saques em dinheiro você pode usar os caixas eletrônicos do Banco do Estado, Santander e Puna. Os saques diários são de no máximo $200.000 pesos chilenos por dia.

5. Fuso horário: 1 hora a menos que Santiago.

6. A população gira em torno de 5.000 pessoas, e em média a mesma quantidade de turistas circula pela Ilha. Você não precisa de preocupar em pegar filas nos restaurantes ou chegar às atrações e dar de cara com uma multidão.

7. Foram encontrados e catalogados até o momento 887 moais, distribuídos pela Ilha e em diferentes estados de conservação. Alguns destes moais foram recuperados e estão em pé em suas plataformas, mas estes passaram por um delicado processo de restauração, pois haviam sido destruídos em guerras internas.

Rano Raraku: a fábrica de moais

Rano Raraku: a fábrica de moais

8. Nunca suba nas plataformas, você pode danifica-las, e é claro nunca pegue nenhum pedacinho dos moais, por menor que seja, para levar para casa como lembrancinha… você pode ser preso caso seja pego por um dos guardas que protegem os monumentos, além de estar destruindo o local.

Nunca suba nas plataformas e nem pegue nenhum pedaço de moai, por mais destruídos que possam estar

Nunca suba nas plataformas e nem pegue nenhum pedaço de moai, por mais destruídos que pareçam estar

9.  A língua oficial é o espanhol, mas os nativos da ilha também falam o Rapa Nui. O inglês e francês também é muito praticado pelo pessoal que atende aos turistas.

10.  Para alugar um carro é necessário ser maior de 18 anos e carteira de habilitação. Não é necessária carteira internacional para brasileiros.

11.  Serviços médicos disponíveis: em Hanga Roa existe um hospital recém inaugurado, mas os casos mais graves são tratados no continente.

12. Nos restaurantes as gorjetas variam de 10% a 15% do valor da conta.

13. Não se esqueça de levar protetor solar, chapéu ou boné, óculos de sol, sapatos para caminhada, repelente de insetos e roupa de banho.

14. Você pode ir aos Correios e pedir para que carimbem seu passaporte com o selo postal da Ilha de Páscoa.

Ter no passaporte o carimbo da Ilha de Páscoa não tem preço

Ter no passaporte o carimbo da Ilha de Páscoa não tem preço

15. E é claro, leve sempre sua máquina fotográfica.

16. Dois programas imperdíveis e gratuitos: ver o dia nascer no Ahu Tongariki e o pôr do Sol em Tahai.

ahu-tongariki

o nascer do dia no Ahu Tongariki

Ahu Vai Uri, Chile, Ilha de Pascoa, por do sol, Tahai

Pôr do sol em Tahai

17. A Ilha de Páscoa não possui um sistema de transporte público, sendo assim para se mover pela Ilha você precisa usar um táxi, contratar um tour ou alugar um carro. Em meu primeiro dia, fiz um tour guiado, o que me ajudou a entender a distribuição das estradas e dos pontos turísticos, assim a partir do segundo dia, quando aluguei o carro, consegui dirigir pela Ilha sem nenhum problema. Outra opção é alugar uma bicicleta para pedalar pela ilha, o que é bem legal, pois não existem grandes subidas e o movimento nas estradas asfaltadas ou não, é bem pequeno. Apenas tenha cuidado com o sol e a hidratação, pois o sol não perdoa.

18. Dirigir na Ilha de Páscoa é muito bom, especialmente porque não temos os congestionamento que tanto nos torturam no Brasil. Mas cuidado, apesar de poucos carros, a ilha tem muitos cavalos soltos e que atravessam a pista sem aviso. Sendo assim, fique sempre alerta.

Os cavalos galopam soltps por toda a Ilha de Páscoa

Os cavalos galopam soltos por toda a Ilha de Páscoa

19. Sempre leve água e algum lanche pois com exceção da praia de Anakena e de Rano Raraku, onde existem lanchonetes e barracas, não existe comercio fora da vila de Hanga Roa.

20. Quando ir? Eu estive lá duas vezes, uma em Novembro e outra em Julho e o clima em Novembro estava bem melhor, especialmente para ver o dia nascer no Ahu Tongariki. A alta temporada é entre Janeiro e fevereiro, quando ocorre o Festival Tapati Rapa Nui, ai é claro que os preços das passagens e hotéis são mais caros e você precisa fazer as reservas com antecedência devido a alta procura.

21. Não deixe de baixar o e-book gratuito que preparei sobre a Ilha de Páscoa. Ele vai lhe ajudar no roteiro e te motivar ainda mais a ir lá.

ebook ilha de pascoa

e-book Ilha de Páscoa

 

22. Leia mais em nossa página Ilha de Páscoa

Ilha de Páscoa

Ilha de Páscoa

 

Siga o Phototravel360 no Twitter – @phototravel360

Siga o Phototravel360 no Facebook – Phototravel360

Assine o Phototravel360 por email – Phototravel360

Siga o Phototravel360 no Pinterest – Phototravel360

 

 

 

 

This Post Has 2 Comments
  • Oi, Edson. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

Comments are closed.