Paris tem vários museus e um dos que mais se destacam para mim é o Museu Rodin. Caso você só pense em ir a museus como opção para os dias chuvosos, descarte o Museu Rodin, pois grande parte do acervo esta ao ar livre, espalhado pelos jardins.

O Hotel Biron, antiga residência e estúdio de trabalho de Auguste Rodin, que em troca da moradia e local de trabalho doou suas obras para o Estado Francês, proprietário do local, foi transformado em museu  e hoje abriga suas principais obras. O grande número de esculturas e gravuras nos dão idéia de qual ativo foi este artista.

Fachada do Museu Rodin – clique na foto para ver a panorâmica 360 graus

Inicie o passeio percorrendo os Jardins que rodeiam o prédio principal. Várias estátuas estão espalhadas em meio aos jardins e na primavera, quase 2 mil roseiras dão um colorido especial. Destaque também para  a parte posterior do Jardim, que além de obras do artista, possui um belo espelho d’agua.

booking_paris

Espelho d’agua com a escultura “Ugolino” ao centro

Escultura de Pierre de Wissant

Jean D’Aire

Neste passeio pelos corredores dos Jardins você encontrará obras importantes como O Pensador, Balzak, Portas do Inferno entre outras.

O Pensador

O Pensador – clique na foto para ver a panorâmica 360 graus

As portas do Inferno

As Portas do Inferno- clique na foto para ver a panorâmica 360 graus

Não deixe de prestar atenção aos detalhes das “Portas do Inferno”, são incríveis.

os detalhes das Portas do Inferno incluem outras obras de Rodin, como o “Beijo”

Continuando o passeio, a segunda fase é visitar a parte interna do Museu. Aqui estão expostas estátuas menores e de mármore, além de gravuras e quadros. Visite pois são sensacionais!

Como pontos altos, cito “O Beijo”, várias esculturas de mãos como “O Segredo”e “A Catedral”e “Mãos”. Além disto estão expostas várias obras de Camille Claudel, escultora e ex-aluna de Rodin. Os doi viveram uma tumultuada relação amorosa que deixou profundas cicatrizes an Camille. Caso queira mais detalhes, dê uma olhadinha na wikipédia: Camile Claudel e Auguste Rodin.

estudantes tendo aula a respeito da obra “O Beijo”

O Beijo

Mãos

Ao chega ao segundo andar não deixe de dar uma boa olhada pelas janelas. A vista dos jardins é muito bonita.

vista dos jardins

vista dos jardins e dos fundos do Museu – clique na foto para ver a panorâmica 360 graus

Para chegar ao Museu você pode se utilizar do Metro, descendo na estação Varenne, e após a visite aproveite para andar um quarteirão e visitar o Dome e ao Museu dos Invalidos. A entrada para Jardim e Museu custa 6,00 Euros e apenas o Jardim sai por 1,00 Euros. Sempre existem exposições temporárias e neste caso paga-se um valor adicional para poder visitá-las.

Se você é do tipo organizado e já quer começar a preparar os detalhes de sua visita, visite o site do museu (http://www.musee-rodin.fr), lá você terá todos os detalhes, tais como o mapa dos jardins e museu, indicando a localização das obras e detalhes a respeito dos horários de funcionamento.

Dica: Se mora ou estiver passando por São Paulo, não deixe de visitar a Pinacoteca do Estado, lá existem 9 obras de Rodin em exposição, além de uma mostra de como é o processo de se esculpir em bronze. Vale a pena o passeio.

Se quiser ver mais fotos, clique no link a seguir e veja uma galeria com 47 fotos do Museu Rodin.

Para Ler mais sobre Paris, visite nossa página sobre Paris.

 

Leia mais: Paris.

Leia mais: Museu do Louvre em 360 graus

Leia mais: Museu D’Orsay

Leia mai: Torre Eifel em 360 graus

 

Siga o Phototravel360 no Twitter – @phototravel360

Visite o Phototravel360 no Facebook – Phototravel360

Visite o Campos do Jordão 360 no Facebook – CamposdoJordão360

Assine o Phototravel360 por email – Phototravel360

This Post Has 15 Comments
  • Amei esse museu, foi uma das gratas surpresas que tive em Paris dessa vez. Fui em junho e as roseiras estavam simplesmente incríveis, competiam com as esculturas! Sua página está maravilhosa, ao abrir a panorâmica do Pensador revivi meus momentos felizes. Obrigada!

  • boas gostaria de saber se a escultura: LA DANAIDE original, é feita em bronse ou em marmore? e se a original pode ser ser vista no museu! obrigada

  • Qual o tamanho da obra O Pensador, e onde está o original?

    • Vilma,

      O Pensador tem o tamanho de um homem e a estátua exposta no Museu de Rodin é uma das originais. Existe mais de uma estátua original, pois foram todas fundidas usando-se os moldes originais, preparados por Rodin.

  • Adorei o museu…obrigado..e a visao de 360 graus foi demais abraços

  • Achei maravilhoso..obrigado…a visao com 360 graus é demais…abraços

  • Por favor, o museu de Rodin abre ao público todos os dias ? Inclusive às terças feiras ? Qual o horário de funcionamento? E a visitação ao jardim, abre todos os dias ?
    Obrigada.

    • Sandra,

      O Museu Rodin abre de 3a. feira a domingo, e os horários de funcionamento são:
      Museu e loja do Museu: das 10h00 as 17h45 (Fechado em 1o. de Janeiro, 1o. de Maio e 25 de Dezembro)
      Jardins: 10h00 as 18h00 (entre Outubro e Março os Jardins encerram as 17h00

      espero que goste do passeio,

      Edson Maiero

  • Museu Rodin é show! Principalmente admirar a fantástica obra “As Portas do Inferno”

    • Ciro, é Verdade, este é museu que pode ser visitado diversas vezes e sempre nos surpreende.

      Edson Maiero

  • Nossa fiquei “de boca aberta”
    Belissimas!

  • Grata por tão preciosas informações. Belo trabalho. Vou estar em Paris no proximo dia 26 e um dos meus programas mais esperados é este. Aliás, já fiz uma prévia na exposição de Rodin que está aqui em Belo Horizonte, na casa Fiat de Cultura, belíssima!

  • edson, o musée rodin foi uma grata surpresa.
    poucas pessoas o conhecem….
    fui logo q abriu pela manhã. então, estava vazio(o museu foi praticamente meu! rs) . o dia estava belíssimo.
    tb fiz fotos maravilhosas lá.
    paris, tu me manques!
    abração!

  • Edson me emocionei ao “passear” pelo Museu Rodin,
    belíssimas fotos, é possivel eu mandar para amigos
    que tambem curtem? Você é demais. Beijossssss
    Norma

Leave a comment