Atacama: visita ao Salar, Lagunas Altiplanicas e Tocanao – parte I

Atacama: visita ao Salar, Lagunas Altiplanicas e Tocanao – parte I

Sete horas de uma manha fria, estávamos na recepção do hotel esperando pela van que iria nos buscar para nosso primeiro tour pelo Atacama para conhecermos o Salar, as Lagunas Altiplanicas e o pequeno vilarejo de Tocanao. Por volta das 7h10 a van chegou, entramos e fomos conhecendo as pessoas que já estavam por lá e no final percebi uma situação curiosa: éramos 9 brasileiros, 3 alemães, 2 indianos e apenas 1 chileno, o que faz sentido, visto a grande quantidade de turistas brasileiros que encontramos atualmente no Chile.
Em nosso primeiro contato com o deserto a van dirigiu sem parar, diretamente até o Salar. No trajeto podemos observar a dureza do deserto, com pouquíssima vegetação, nada de sombras e muita areia e rochas.

Chile, Atacama, Salar de Atacama, Reserva Nacional los Flamencos

Pedras e areia por todos os lados: péssimo lugar para ficar sem gasolina

Chegarmos por volta das 8h30 ao Salar do Atacama, na Reserva Nacional los Flamencos – Setor Soncor, onde fica a Laguna Chaxa, e pegamos uma pequena fila para compra dos ingressos (2.500 pesos chilenos/adulto e 500 pesos chilenos/criança) e em lá mesmo tomamos o café da manha, preparado pela Viva Atacama, operadora que contratamos.

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

Entrada do parque

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

nosso café da manha na área de pic-nic, com direito a até um chá de coca

Alimentados, entramos no parque, seguindo as trilhas pelo salar. Confesso que foi um pouco frustrante o fato da trilha de uns 400 metros,  ser longe do espelho d’agua onde ficam os flamingos, algo como 30 metros e também pela pouca quantidade de aves que estavam lá. Na parte final da trilha,  existe um mirante, e é de onde temos uma visão mais próxima dos flamingos, mas depende da boa vontade deles ficarem perto de lá.

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

trilha por entre o salar

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

nosso primeiro contato com os flamingos

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

laguna com mais flamingos

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

mirante: ponto com melhor vista

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

os flamingos podem ficar longe, mas a vista é linda

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

flamingos se alimentando

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

não me canso de olhar esta paisagem

Existe uma segunda trilha que sai da trilha principal, e que percorre quase 1 quilometro pelo salar e retorna à portaria. Fiz esta trilha que é interessante, pois podemos ver mais das características do salar, e foi também foi quando comecei a sentir um pouco dos efeitos da altitude de 4200 metros: fiquei ofegante apesar de estar apenas andando.

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

trilha pelo interior do salar

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

repare nos detalhes das rochas de sal

Chile, Atacama, Reserva Nacional Los Flamencos

na parte final da trilha começou a faltar ar

Voltando para a Van, nos dirigimos para a segunda parte do tour pelo deserto: as Lagunas Altiplanicas e o Vilarejo de Tocanao  que falaremos no próximo post.

Leia também a continuação deste tour no post: Atacama: visita ao Salar, Lagunas Altiplanicas e Tocanao – parte II

Siga o Phototravel360 no Twitter – @phototravel360

Visite o Phototravel360 no Facebook – Phototravel360

Assine o Phototravel360 por email – Phototravel360

Edson Maiero

This Post Has 2 Comments
  • Oi Edson!!!

    Uau!!! Que fotos lindas!!! Amei!!!

    O Deserto do Atacama é mesmo incrível, não é?! Olha que eu não gosto de repetir destinos, mas voltaria muiiiitas vezes para lá! É de outro mundo!

    Bjs, Anna Bárbara

    • Anna,

      Atacama me supreendeu e rendeu muitaaaaaas fotos, realmente nos sentimos em outro planeta.

      Obrigadão pela visita e comentário,

      Edson Maiero

Comments are closed.