Castelo dos Mouros, os olhos de Sintra

Castelo dos Mouros, os olhos de Sintra

O Castelo dos Mouros é quase que uni presente na paisagem de Sintra. Localizado no topo de um dos cumes da Serra de Sintra, suas muralhas podem ser vistas de diversos pontos da Cidade e principalmente, quando estamos no centro desta simpática vila, nos sentimos vigiados por suas muralhas a cada passo que damos.

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

Com sua posição previlegiada este castelo possibilitava aos Mouros a vigilância da costa

Construído pelos Mulçumanos no século IX, o Castelo nunca foi palco de uma batalha, e apesar de termos a sensação de que ele é invulnerável, os seus ocupantes, mulçumanos ou cristãos, sempre se renderam após Lisboa ser conquistada pelo lado oposto. Isto se deve ao fato do castelo não ter sido erguido para defesa de Sintra, mas sim para defesa e vigilância da costa de Lisboa.

Da construção original apenas as bases das torres e as muralhas estão de pé, pois além da ação do tempo, o castelo foi abalado pelo grande terremoto de 1755. As outras construções que você poderá ver por lá, como a Igreja de São Pedro de Canaferrim, foram reconstruídas no século XIX, por D. Fernando II.

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

da estrada você verá apenas a bilheteria

Das atrações existentes em Sintra, considero este um dos mais importante a serem visitados, juntamente com o Palácio de Pena e a Quinta da Regaleira, sendo assim, se tiver tempo em sua agenda não deixe de visitá-lo, mas você precisa saber que está não é uma visita fácil. Passando pela bilheteria você vai precisar andar por uma trilha de uns 800 metros até a entrada do castelo e uma vez lá, a grande atração do Castelo é caminhar por suas muralhas, que seguindo a topologia do maciço rochoso no qual foi construído possui uma série de desníveis, vencidos com muitas rampas e escadas.

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

da bilheteria até o castelo é necessário caminhar alguns minutos

Aqui já começamos a ver as muralhas de perto. Repare que as pedras da base, construídas nos séculos IX e X, são regulares e ordenadas, enquanto as que as pedras do topo (erguidas nos séculos XII – XX) são fora de padrão

Mas não desista, mesmo que você não esteja no melhor de sua forma física. A beleza da vista que temos a partir das muralhas do Castelo, compensam todo e qualquer sacrifício e isto fica claro quando cruzamos com grupos de pessoas de todas as idades, caminhando freneticamente pelas muralhas em direção a próxima torre para admirar a linha do horizonte e ver a Serra de Sintra, e o mar da costa de Lisboa, assim como era feito a mais de 12 séculos pelos primeiros mulçumamos que levantaram suas muralhas.

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

Nesta bandeira temos “Sintra” escrito em caracteres árabes

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

observando a geografia do castelo temos uma idéia da dificuldade de sua construção

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

tremulando na torre temos a bandeira de Portugal em 1834, reinado de D. Maria II

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

Alcáçova: residencia do Alcaíde durante o período mulçumano, preparada para ser o último ponto de resistência perante ataques.

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

Olhando de uma muralha a outra temos uma idéia da dimensão do castelo. No topo da colina temos a Torre Real, local favorito de D. Fernando II para pintar.

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

A bandeira portuguesa de 1816 (D. João VI) tremula na torre que é “tomada” por uma leva de estudantes

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

uma visão geral das muralhas e do interior do castelo

Castelo dos Mouros, Sintra, Portugal

a poucos metros da bandeira, temos uma porta na muralha, conhecida como a Porta da traição, uma passagem secreta, para fuga ou entrada de reforços

Ficha Técnica:

Como chegar: Situado a cerca de 3,5 Km do Centro Histórico, na Estrada da Pena, você pode pegar o ônibus 434, que sai da estação de Sintra e passa pelo centro histórico da vila, ir de carro e se tiver tempo e disposição ir caminhando estrada acima.

Horários: na alta estação (1 de abril a 31 de outubro, abre das 9h30 às 20h00, fecha em 1º de janeiro e 25 de dezembro

Ingressos: criança até 5 anos: gratuito – jovens até 17 anos: € 6,00 – adultos até 64 anos: € 7,00, e ainda existe a opção de se comprar o ingresso “4 Parques”, por € 22,00, que dá acesso ao Castelo dos Mouros, Palácio de Pena, Palácio de Monserrate e Convento dos Capuchos.

Leia mais: Sintra

Leia mais: Lisboa

 

Siga o Phototravel360 no Twitter – @phototravel360

Visite o Phototravel360 no Facebook – Phototravel360

Assine o Phototravel360 por email – Phototravel360

 

Edson Maiero