Ahu Akahanga: meu primeiro contato com os Moais na Ilha de Páscoa

Ahu Akahanga: meu primeiro contato com os Moais na Ilha de Páscoa

A visita ao Ahu Akahanga foi marcante para mim, porque foi o primeiro local em que tive contato com os moais da Ilha de Páscoa. Eu cheguei na Ilha na noite de uma segunda-feira, e quando o hotel me ofereceu um tour pela Ilha acabei aceitando, sem saber dos detalhes e roteiro, e o Ahu Akahanga foi a nossa primeira parada.

Ilha de Páscoa, Chile

Quando saímos pela manha do hotel, eu estava ansioso para ver e fotografar os moais, mas ao chegarmos em Akahanga, procurei pelos moais, e inicialmente tive dificuldades em perceber que aquelas pedras caídas ao longe, eram as estátuas pelas quais eu tinha viajado milhares de quilômetros. Foi quando eu descobri, que na verdade a grande maioria dos moais não esta em pé, em suas plataformas (Ahu), mas sim caídos e quebrados… Mas a decepção inicial logo passou, e comecei a ouvir o guia falar, e foi muito interessante conhecer um pouco da história e estilo de vida do povo Rapa Nui. Também não podemos deixar de pensar, que vemos hoje em Akahanga, o mesmo que o  explorador James Cook viu a mais de 300 anos, quando visitou a ilha, pois nada mudou de lugar neste sítio arqueológico.

Ahu Akahanga, Ilha de Páscoa, Chile

Ahu Akahanga: ao chegar fiquei procurando pelos moais

ahu akahanga, ilha de páscoa, chile

Todos os 12 moais do Ahu estavam lá, mais caídos e quebrados

ahu akahanga, ilha de páscoa, chile

Vestígios de uma “hare paenga”, ou casa bote, onde os nativos construíam sua casas com fundações de pedra e cobertura de palha

ahu akahanga, ilha de páscoa, chile

Os moradores cozinhavam ao ar livre, usando fornos rudimentares de pedras vulcânicas (‘umu”). A comida era geralmente embrulhada em folhas de bananeira.

moais, ahu akahanga, ilha de páscoa, chile

os gigantes caídos

pukao, ahu akahanga, ilha de páscoa, chile

Pukaos: representavam o cabelo dos moais. Infelizmente alguns foram depredados, como o da foto, que teve um pedaço serrado

moai, ahu akahanga, ilha de páscoa, chile

o moai pequenino, com pouco mais de 1,5 metros

moai, ahu akahanga, ilha de páscoa, chile

um dos diversos moais que caíram antes de chegar ao seu destino e foram abandonados pelo caminho

ahu akahanga, ilha de páscoa, chile

uma caverna usada pelo povo Rapa Nui como moradia

ahu akahanga, ilha de páscoa, chile

Uma visão geral do Ahu e do litoral

O Ahu Akahanga fica aberto 24 horas e a visita é gratuita. Os ônibus e vans de turismo passam por aqui entre as 10h00 e 11h30 e neste período você encontra barraquinhas vendendo artesanato. Lembre-se e colabore para preservar o local: não retire nada do lugar, não ande sobre a plataforma onde estão os moais caídos e não deixe lixo por aqui.

 

Siga o Phototravel360 no Twitter – @phototravel360

Visite o Phototravel360 no Facebook – Phototravel360

Assine o Phototravel360 por email – Phototravel360