10 obras que você tem que conhecer no Museu do Louvre !!!

10 obras que você tem que conhecer no Museu do Louvre !!!

Eu preparei uma lista com 10 obras que devem ser conhecidas no Museu do Louvre, mas que não têm o mesmo apelo de marketing da Mona Lisa, afinal este retrato de Leonardo Da Vinci é um dos mais famosos do mundo. Não é raro que as pessoas se sintam decepcionadas quando finalmente conseguem chegar perto da Gioconda. Afinal o quadro é pequeno, fica geralmente cercado por uma multidão de pessoas brigando pelo melhor lugar, e é muito difícil ficar parado, em paz, apenas observando os detalhes obra, o que acaba muitas vezes gerando um sentimento de frustração.

    A Mona Lisa esta sempre cercada por uma multidão, o que dificulta aprecia-la de perto e com calma

A Mona Lisa esta sempre cercada por uma multidão, o que dificulta aprecia-la de perto e com calma

Eu preparei esta lista para mostrar que o Museu do Louvre é muito mais que a Mona Lisa, é uma lista pessoal, e você poderá ter sua lista com outras obras favoritas, mas isto é arte, e depende muito do gosto de cada um. Como não sou um critico de arte, darei apenas minha opinião, que pode ser totalmente diferente da dos críticos. Antes de começarmos, você pode baixar aqui o Mapa do Louvre em português, o que será útil para você entender onde fica cada uma das obras citadas abaixo.

1) Femme Voilée, a Mulher com véu, é minha obra favorita no Museu do Louvre e já a perdi a conta de quanto tempo fiquei parado, apenas olhando para seu rosto. Esta exposta no piso térreo da ala Denon, sala 4.

Antonio-Corradini-Femme Voilée

Femme Voilée, escultura de Antonio Corradini

2) A Pintura de São Sebastião de Andrea Mantegna é uma das mais chocantes pela violência e quantidade de detalhes. Esta exposta na Ala Denon, primeiro andar, na Grande Galeria, sala 5.

St-Sebastian, Andrea-Mantegna

St-Sebastian, Andrea-Mantegna

3) As Bodas de Canaã é o maior quadro do Louvre, com 6,60 x 9,90 metros e fica bem em frente à Mona Lisa, e retrata um casamento no qual Jesus fez um de seus primeiros milagres: a transformação da água em vinho. Vale a pena ficar alguns minutos admirando os detalhes, tais como um pequeno cachorro caminhando sobre a mesa. Fica na Ala Denon, primeiro andar, sala 6.

As Bodas de Canaã de Paolo Caliari Veronese, um gigante de 6,60 x 9,90 metros

As Bodas de Canaã de Paolo Caliari Veronese

4)  A Intervenção das Mulheres de Sabine é uma pintura forte e que retrata um momento histórico: Os romanos raptaram diversas mulheres de Sabine e alguns anos depois, os sabinos fazem um ataque para resgatá-las. Hersília (de branco) joga-se entre seu marido, o Rei de Roma, e seu pai, o Rei de Sabine. Repare nas crianças no chão e nas outras mulheres tentando evitar o combate. Fica na Ala Denon, primeiro andar, sala 75.

The Intervention of the Sabine Women,  Jacques Louis David

The Intervention of the Sabine Women, Jacques Louis David

5) O quadro Gabrielle d’ Estrées e uma de suas irmãs no banho: retrata Gabrielle (a loira), amante mais famosa de Henrique IV da França, 0 ato de sua irmã segurar seu mamilo simbolizaria sua gravidez, e ao mesmo tempo, discretamente ela segura um anel, presente do Rei francês. Ala Richelieu, segundo andar, na sala 10.

Gabrielle d' Estrées e uma de suas irmãs no banho, de Pomarede Vincent

Gabrielle d’ Estrées e uma de suas irmãs no banho, de Pomarede Vincent

6) O acervo egípcio exposto no Louvre é gigantesco, com sarcófagos, animais mumificados, peças de decoração, etc, e uma de minhas obras favoritas é a estátua do Escriba Sentado. Ela é maravilhosa e cheia de detalhes, especialmente se lembrarmos que foi feita entre 2620 – 2350 AC.  Fica exposta na Ala Sully, primeiro andar, sala 22, na vitrine 10.

Escriba Sentado, quarta ou quinta dinastia do Egito

Escriba Sentado, quarta ou quinta dinastia do Egito

7) Esta placa com uma escultura em baixo relevo mostra a Deusa Hathor saudando Seti I (entre 1550 e 1069 AC), e foi retirada da sua tumba, a maior do Vale dos Reis – Fica na Ala Sully, primeiro andar, sala 27, vitrine 1.

A deusa Hathor saúda Seti I - escultura em baixo relevo

A deusa Hathor saúda Seti I – escultura em baixo relevo

8) A estátua do Túmulo de Phillippe Pot, é outra obra incrível. Não deixe de se abaixar para ver o rosto de cada um dos monges. Esta exposto no térreo da Ala Richelieu, sala 10.

Túmulo de Phillippe Pot, obra de  Antoine le Moiturier

Túmulo de Phillippe Pot, obra de Antoine le Moiturier

detalhe do Túmulo de Phillippe Pot, obra de  Antoine le Moiturier

detalhe do Túmulo de Phillippe Pot, obra de Antoine le Moiturier

9) Seria imperdoável não incluir Michelangelo nesta lista. Suas esculturas feitas entre 1513 and 1516, Escravo Morrendo e Escravo Rebelde são magníficas. Repare que a estátua do escravo rebelde, por alguma razão apresenta marcas de ferramentas e falta de polimento, que indicam que ela pode não ter sido terminada por Michelangelo. As estátuas estão no piso térreo da ala Denon, sala 4.

Escravo Morrendo e Escravo Rebelde de Michelangelo

Escravo Morrendo (a direita) e Escravo Rebelde (a esquerda) de Michelangelo

 

10) Você pode estar se sentindo frustrado por não ter conseguido admirar a Mona Lisa como gostaria, mas o Louvre oferece três outras obras do mestre Leonardo Da Vinci, todas expostas na Ala Denon, primeiro andar, na Grande Galeria sala 5, próximas a Mona Lisa. Esta é sua oportunidade para poder olhar com calma a técnica deste grande mestre.

A virgem das rochas (La vierge aunx rochers), de Leonardo Da Vinci

A virgem das rochas, de Leonardo Da Vinci

Santa Ana , a Virgem e o Menino Jesus brincando com um cordeiro, de Leonardo Da Vinci

Santa Ana, a Virgem e o Menino Jesus brincando com um cordeiro, de Leonardo Da Vinci

São João Batista (Saint Jean Baptiste) de Leonardo Da Vinci

São João Batista, de Leonardo Da Vinci

 

Espero que tenha gostado da nossa lista.  E você? Quais são suas obras favoritas no Louvre? Fale para nós nos comentários abaixo.

 

Siga o Phototravel360 no Twitter – @phototravel360

Visite o Phototravel360 no Facebook – Phototravel360

Visite o Campos do Jordão 360 no Facebook – CamposdoJordão360

Assine o Phototravel360 por email – Phototravel360

This Post Has 2 Comments
  • A Coroação de Napoleão Bonaparte de Jacques-Louis David, me marcou muito.

    • A simbologia da cena de Napoleão segurando a coroa com suas próprias mãos para se auto coroar, enquando o Papa fica apenas olhando é forte.

Comments are closed.